Feira Agropesc será mais uma etapa do Circuito TecnoAgro no município de Amapá

Evento vai debater ações para melhorar as atividades de agropecuária e agricultura no município.

A programação da 27ª Agropesc já está fechada. O evento acontecerá de 11 a 13 de outubro, no município de Amapá, onde ocorreu a primeira edição do circuito TecnoAgro, em 2017, para a promoção de negócios e o fortalecimento do setor primário e da economia local.

Uma grande estrutura foi montada no Parque de Exposições João Pompilho para receber o público que terá acesso aos cursos, mesas redondas e palestras com temas relacionados a pecuária, agricultura e piscicultura.

A novidade na edição deste ano é a discussão sobre a produção de derivados de leite. A ideia é que os participantes comecem a pensar no fortalecimento desta atividade que tem forte presença no município de Amapá.

A criação de equinos, o manejo de plantas como açaí e banana, e o cultivo de pastagens também serão discutidos dentro da programação.

As palestras, cursos, minicursos e mesas redondas serão ministradas por técnicos e pesquisadores do Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Amapá (Rurap), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa/AP), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), além de pesquisadores da Universidade Federal do Amapá (Unifap) e da Universidade do Estado do Amapá (Ueap).

O próximo município a receber as programações da TecnoAgro é o município de Oiapoque, no fim de outubro. Os temas a serem debatidos durante o evento ainda estão sendo avaliados.

Programação:

O evento acontecerá de 11 a 13 de outubro, no município de Amapá | Fotos: Marcelo Loureiro/Secom-GEA

Quinta-feira (11/10)

Minicurso: trabalho na equideocultura – casqueamento

Instrutor: Eliziomar Damasceno (Senar)

Público alvo: produtores rurais, pescadores, técnicos e extensionistas, acadêmicos. Educadores e empresários.

Minicurso: produção artesanal de alimentos – mandioca e macaxeira

Instrutor: Eli dos Santos Cunha (Senar)

Público alvo: produtores rurais, pescadores, técnicos e extensionistas, acadêmicos. Educadores e empresários.

Palestra: Crédito Rural como instrumento de desenvolvimento rural

Instrutores: SDR e Senar

Público alvo: produtores rurais, técnicos e extensionistas e empresários.

Oficina: Manejo animal e práticas de vacinação

Instrutores: Diagro e SDR

Público alvo: produtores rurais, técnicos e extensionistas e acadêmicos.

Minicurso: Produção de queijos artesanais e laticínios

Instrutores: SDR e produtores locais

Público alvo: produtores e trabalhadores rurais, técnicos e extensionistas e acadêmicos.

Sexta-feira (12/10)

Dia de campo: Cultivo de açaizeiro em terra firme – tratos culturais, adubação e irrigação

Instrutor:

Estação sobre adubação: Nagib Melém (Embrapa-Amapá)

Estação sobre irrigação: Hélio Dantas (Rurap)

Estação do produtor: Paulo Brunswick (produtor local)

Público alvo: produtores e trabalhadores rurais, técnicos e extensionistas, acadêmicos, educadores e empresários.

Dia de campo: Manejo da cultura da banana

Estação sobre cultivo: Nagib Melém e Walter Paixão (Embrapa-Amapá)

Estação sobre doenças: Nagib Melém e Walter Paixão (Embrapa-Amapá)

Estação do produtor: Paulo Brunswick (produtor local)

Público alvo: produtores rurais, técnicos e extensionistas e acadêmicos.

Palestra: Práticas de manejo animal – sanidade e reprodução

Instrutora: Dra. Elizabeth Barbosa (Unifap)

Público alvo: produtores e criadores rurais, técnicos e extensionistas e acadêmicos.

Painel: Importância da atuação do profissional das ciências agrárias para o desenvolvimento da região norte do estado do Amapá

Painéis:

Nagib Melém (Embrapa-Amapá)

Iraçu Colares (Faeap)

Ismael Braga (SDR)

Breno Silva (Ueap)

Público alvo: acadêmicos de agronomia, técnicos e extensionistas.

Sábado (13/10)

Demonstração de método (DM): Caracterização e manejo do solo para a agricultura e pastagens

Instrutor: Embrapa/Rurap/Ueap

Público alvo: produtores rurais, técnicos e extensionistas e acadêmicos

Demonstração de método (DM): Manejo alimentar em piscicultura

Instrutores: Rafaela Araújo (Ueap)

                      Tibério Carvalho (Ueap)

Público alvo: produtores rurais, técnicos e extensionistas, educadores, acadêmicos e empresários.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO: