Aprosoja e Sementes Cajueiro reúnem agricultores e lideranças políticas em confraternização

Daniel Grolli, diretor da Sementes Cajueiro, eleito para compor nova diretoria da Aprosoja/AP.

Emanuel Lemos, Sementes Cajueiro

A Sementes Cajueiro, em parceria com a Aprosoja/AP, reuniu na última sexta-feira, 16, em Macapá – AP, produtores de milho, soja e agentes do seguimento do agronegócio com lideranças políticas, entre elas, o vice-governador do estado Jaime Nunes e deputado estadual eleito Jesus Pontes.

O evento contou com a participação de cerca de 60 pessoas, quando, na oportunidade, Daniel Grolli, diretor executivo da Semente Cajueiro, reafirmou o compromisso de investimento em geração de novas cultivares de soja, testes de materiais e fornecimento de sementes de alto padrão e qualidade para o estado do Amapá.

Diretor Executivo da Sementes Cajueiro, Daniel Grolli com membros da Aprosoja/AP

“Estamos promovendo esse evento por entender o potencial que tem o estado do Amapá e acreditar que nossa empresa pode contribuir com investimento e alto padrão de conhecimento para o avanço do agronegócio. A região tem uma localização estratégica e o potencial de produção de soja é enorme com rentabilidade maior que o resto do Brasil. A Sementes Cajueiro trabalha para desenvolver e disponibilizar sementes específicas que atendam às necessidades climáticas da região”,destacou Daniel, que foi eleito para compor a nova diretoria da Aprosoja/AP.

Presente há 14 anos no estado do Amapá fornecendo sementes de soja “cultivares da Embrapa”, em parceria com a empresa Fiagril, a Semente Cajueiro, há 4 anos, deixou de ser apenas uma distribuidora de sementes para tornar-se produtora de soja, hoje, plantando 1.150 hectares.

“Com essa experiência de plantar, conseguimos entender as dificuldades que existem na região e encontrar as melhores soluções. Esse alinhamento mais uma vez mostra uma preocupação grande, que vai além de fornecer produtos de qualidade e fornecer crédito e assistência técnica aos produtores do estado do Amapá”, enfatizou Grolli.

Na oportunidade, o presidente eleito da Aprosoja/AP Celso Carlos Júnior reforçou o empenho da instituição em unir os agricultores para que possam superar as dificuldades que toda fronteira agrícola, no seu início, tem, como questões de legislação ambiental e fundiárias.

O vice-governador Jaime Domingues Nunes, que falou em nome do governador Waldez Góes, incentivou a vinda do agronegócio para o estado, entendendo que é importante para o desenvolvimento econômico da região. O primeiro deputado estadual eleito, cuja origem é o agronegócio, Jesus Pontes, disse que contribuirá de maneira expressiva para que o setor tenha a segurança jurídica necessária para que os investimentos e o crescimento do agronegócio se tornem realidade.

Capacidade de produtividade das sementes cajueiro

As sementes da Cajueiro conseguem atingir uma produtividade na região acima de 60 sacos por hectare, gerando confiança nos produtores que, com os resultados, continuam a fazer os investimentos. A Sementes Cajueiro promove, anualmente, testes de variedades de soja e, a partir destes, uma seleção em conjunto com os agricultores para que novas variedades de soja adaptadas especificamente para o Amapá, sobretudo nas questões sobre resistência à chuva na colheita e produção em baixa altitude, sejam lançadas.

O trabalho de melhoria e desenvolvimento é importante para o lançamento das cultivares e a Cajueiro reafirma, nesse evento, a continuidade do trabalho e do investimento que tem tido, do agricultor, uma resposta positiva através do uso das Sementes Cajueiro.

O estado do Amapá tem hoje uma área de 25 mil hectares de soja plantados com potencial de crescimento para os próximos cinco anos atingir 100 mil hectares.