SENAR abre seleção a 2 mil vagas no curso técnico em agronegócio; 60 são para o Amapá

Cleber Barbosa, da Redação

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) está com inscrições abertas para o processo seletivo do curso Técnico em Agronegócio, na modalidade semipresencial, com a oferta de 2.410 vagas em 70 polos de apoio presencial distribuídos em 21 estados e no Distrito Federal. O Amapá foi incluído no certame, e terá dois polos do curso, um em Laranjal do Jari e outro em Itaubal do Piririm, totalizando 30 vagas em cada base.

Segundo o presidente da FAEAP (Federação de Agricultura e Pecuária do Amapá), o engenheiro agrônomo Iraçu Colares, essa é uma grande novidade para se começar o ano, e que vinha sendo negociada desde o final de 2018. “Foi fruto de muito diálogo e entendimentos junto a Brasília, bem como a busca por parceiros a nível local para podermos implementar os cursos”, disse Colares.

O superintendente regional do SENAR, Francisco Rocha, viaja para a região do Vale do Jari no próximo domingo para finalizar os ajustes com autoridades locais visando a abertura do certame. “Os cursos foram viabilizados a partir de acordo de cooperação com as prefeituras, que além de cederem os espaços físicos estarão disponibilizando ainda equipamentos, acesso a Internet e mão de obra, como auxiliares escolares e pegagogos”, explicou Rocha.

Regras

No ato da inscrição, o candidato deverá anexar o histórico escolar e indicar o polo de ensino para participar das aulas presenciais. O curso Técnico em Agronegócio tem carga horária de 1.230 horas e está dividido da seguinte forma: 80% é feito a distância e 20% com aulas presenciais, no polo indicado pelo candidato aprovado.

Ao longo do curso, o participante estudará técnicas de gestão, de comercialização e aprenderá como atuar na execução de procedimentos para planejar e auxiliar na organização e controle das atividades de gestão do negócio rural.

Antes de efetivar a inscrição, os candidatos devem ler o edital atentamente, pois o sistema aceita somente uma inscrição por CPF e não permite edição após o envio dos dados. As inscrições vão até o dia 14 de fevereiro pelo site senar.org.br/etec

Para mais informações entre em contato via 0800 642 0999.

Leia também:

Superintendente de aprendizagem rural fala do curso de técnico em agronegócio no AP

SENAR

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR há mais de 20 anos leva qualificação profissional e ações de promoção social para pessoas que vivem e trabalham no meio rural. Neste período, atendeu mais de 60 milhões de pessoas em todo o Brasil. Além das atividades educacionais práticas em campo, o SENAR conta com o Portal EaD SENAR, que apoia a expansão do acesso ao conhecimento para quem reside em municípios de base agropecuária e localidades rurais mais afastadas. Com isso, o SENAR contribui, também, para a disseminação do conhecimento no meio rural.

Agora, o SENAR aderiu ao programa Rede e-Tec Brasil para intensificar ainda mais suas ações, aumentando a oferta de oportunidades de estudos para as pessoas do campo.

A Rede e-Tec Brasil é um programa do Ministério da Educação – MEC instituído pelo Decreto nº 7.589, de 2011. Esta ação faz parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – PRONATEC, cuja principal finalidade é promover de maneira democrática o acesso à Educação Profissional e Tecnológica (EPT), beneficiando-se das possibilidades de alcance e estratégias metodológicas da Educação a Distância (EaD).

Leia também:

Entre as novas profissões do campo, saiba o que faz um técnico em agronegócio

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO: