Agroextrativistas do Marajó participarão de oficina sobre políticas públicas na Embrapa-AP

A Ilha do Marajó possui cooperativas, por exemplo, de produção do açaí | Foto: MDA

Agroextrativistas da Ilha do Meio, situada no município de Afuá, na Ilha do Marajó (PA) participarão, nos dias 13 e 19 de janeiro deste ano, de uma oficina técnica com o objetivo de realizar o diagnóstico socioeconômico das políticas públicas destinadas a esta região localizada no Território da Cidadania do Marajó.

Por meio da “Oficina Radar – 1ª Análise da Conjuntura e Estrutura das Políticas Públicas para as Famílias Agroextativistas da Ilha do Meio”, os agroextrativistas também contribuirão para se obter um panorama atual sobre o acesso às políticas públicas na comunidade Ilha do Meio.

A oficina será conduzida pela Embrapa Amapá com o propósito de contribuir com o fortalecimento da governança local. É realizada pelo Projeto Bem Diverso, executado em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) com recursos do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF).

As comunidades da Ilha do Meio foram divididas em três regiões: Açaítuba, Fábrica e Moura. No dia 13 será realizado o evento com as comunidades de Açaituba e Fábrica e no dia 19 com a comunidade de Moura. No total, a atividade vai atender a 120 famílias agroextrativistas da Ilha do Meio, localizada no munícipio de Afuá.

Números do Projeto Bem Diverso:

– 3 Biomas

– 6 Territórios da Cidadania

– 12 Espécies Nativas

– 13 Unidades da Embrapa

– 8 Instituições Parceiras

– Investimento de R$ 33 milhões

Dulcivânia Freitas, Jornalista DRT/PB 1063-96
Núcleo de Comunicação Organizacional
Embrapa Amapá

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO: