Caramuru Alimentos realiza primeiro embarque de farelo de soja no Porto de Santana

Embarque de farelo de soja em Santana, para a Noruega, para virar ração de salmão

Cleber Barbosa, da Redação

 

A empresa Caramuru Alimentos realizou no fim de semana o primeiro embarque de farelo de soja para a Europa. Há duas semanas, ela começou a receber os comboios de barcaças com farelo de soja oriundos do Centro Oeste para ser exportados pelo Porto de Santana, no Amapá. O mega projeto de escoar a produção de grãos do Mato Grosso, Goiás e Tocantins pelo Norte do Brasil passou a ser tratado como uma alternativa para os problemas de congestionamento de portos como os de Paranaguá (PR) e Santos (SP).

Os comboios de barcaças com farelo de soja do Centro-Oeste

Segundo o diretor da empresa, Mamede Alles, a Caramuru fez um investimento de R$ 2,5 milhões no Porto de Santana, para a instalação de novos silos de armazenamento de grãos, bem como toda a logística de transporte e abastecimento de navios, como correias, pórtico de descarga. “Esse farelo é chamado tecnicamente de SPC, que significa proteína se soja concentrada, que já é o terceiro refino da soja e que será usada como ração de peixe, no caso salmão da Noruega”, disse o executivo.

A Caramuru tem uma expectativa de realizar pelo menos 12 embarques de navios com esse produto a partir do Porto de Santana. Estimativas dão conta de que quando a produção de soja no Amapá chegar a 1 milhão de toneladas por ano será viável ter uma esmagadora de grãos no estado e assim fazer esse tipo de operações no próprio estado e assim incrementar a indústria de alimentos, com os subprodutos da soja – como ração animal.

 

Acompanhe vídeo institucional das Docas de Santana sobre o embarque

Companhia Docas de Santana inicia carregamento de barcaças com farelo de soja 🚢🏗As operações de carregamento das 16 mil toneladas de farelo de soja, da empresa Caramuru, iniciaram na manhã deste sábado, 27, na Companhia Docas de Santana (CDSA). O prefeito de Santana, Ofirney Sadala e representantes da Cianport acompanharam a operacionalização do produto que será exportado para a Noruega.#CiaDocas #PrefeituraPresente #RumoAoDesenvolvimento

Posted by Prefeitura Municipal de Santana on Tuesday, 30 January 2018

Sobre a Caramuru

Fundado em 1964 por Múcio de Souza Rezende, na cidade de Maringá, no Paraná, o Grupo Caramuru pertence atualmente à família Borges de Souza. Com espírito empreendedor e foco na qualidade de seus produtos, cresceu, explorou novos nichos, se consolidou no mercado e se tornou o principal grupo brasileiro no processamento de soja, milho, girassol e canola.

Presente hoje nos estados de Goiás, Paraná, Mato Grosso e São Paulo, atua nos segmentos animal, industrial, produtos de consumo, commodities, biodiesel e logística. Por meio de diversas linhas de produtos naturais à base de soja, milho, girassol e canola, o Grupo atende consumidores de diversas regiões do Brasil, além de fornecer matéria prima para fabricantes de massas, biscoitos, snacks, corn flakes e outros segmentos, como cervejarias, mineradoras e a indústria de ração.

A estrutura de embarque da Caramuru Alimentos, em Santana (AP)

O Grupo Caramuru também se destaca pela logística de movimentação de produtos e grãos, com fortes investimentos no Porto de Santos, Tubarão e Santana, em ferrovias e na Hidrovia Tietê-Paraná, favorecendo a utilização de transportes multimodais e a diminuição dos custos operacionais.

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO: