Feiras continuam em funcionamento com decreto de isolamento social mais rígido

Elas estão dentro dos serviços essenciais, de acordo com o Decreto Municipal

Com o isolamento social mais rígido para o enfrentamento da pandemia causada pelo Coronavírus, medida que começou a partir desta terça-feira, 19 de maio, e terá validade de 10 dias, as feiras municipais da Avenida 13 de Setembro, Feira Maluca e Feira do Novo Horizonte, coordenadas pela Secretaria de Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Inovação, continuarão funcionando. Elas estão dentro dos serviços essenciais, de acordo com o Decreto Municipal 2.069/2020-PMM, dos estabelecimentos comerciais, com horários e modalidades diferentes de atendimento.

“Como se trata de produtos de primeira necessidade, as feiras continuam abertas, obedecendo a rigor o que está estabelecido no decreto. Também a necessidade de atender o empreendedor que estava com muitos produtos armazenados. Isso visa disponibilizar para a população os produtos que só podem ser encontrados nesses espaços. São importantes para que os empreendedores não percam sua produção e mantenham sua fonte de renda”, disse Richard Madureira, um dos representantes do Comitê Municipal de Enfrentamento da Covid-19.

“É um grande desafio neste momento. A prefeitura está fazendo o acompanhamento e tomando todos os cuidados necessários. Máscaras estão sendo distribuídas para os feirantes e a todos que chegam ao local sem o devido equipamento de proteção. Também espalhamos faixas com frases de conscientização em alguns pontos dessas feiras, pois o mais importante agora é a prevenção de todos”, acrescentou Richard Madureira.

As feiras fechadas estão funcionando das 6h às 18h com revezamento, com 50% de ocupação dos boxes e controle de acesso. As feiras livres poderão funcionar com a liberação de 30% dos feirantes, devendo haver escalonamento dos boxes, com autorização para abrir diariamente, espaçamento entre boxes, sendo um ocupado intercalado com dois livres.

A população pode denunciar locais com aglomeração de pessoas ou estabelecimentos funcionando em desacordo às medidas restritivas pelo 0800 031 9606, ramal 3 (das 8h à 1h).

Feira

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO: