Mais de 3 mil produtores de leite já foram beneficiados pelo “Mapa Leite”

Parceria com o Ministério da Agricultura beneficiou mais de 3 mil produtores de leite

O Programa Mapa Leite, resultado de uma parceria entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e o Ministério da Agricultura beneficiou 3.300 produtores de leite de cinco Estados. O objetivo do programa foi promover a melhorar a qualidade do leite por meio da implantação das ações sustentáveis do ponto de vista ambiental, social e econômico.

Durante 20 meses os produtores de leite de Goiás, Mato Grosso, Santa Catarina e Rio Grande do Sul receberam, gratuitamente, Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Senar, além de capacitação para produção, transporte e beneficiamento de leite seguro e de qualidade. Em Minas Gerais, as ações do projeto continuam com previsão de encerramento em 2020.

Dados do Sistema de Assistência Técnica e Gerencial (SISATeG) apontam que os produtores de leite participantes aumentaram a produtividade e melhoraram os indicadores de qualidade do produto. Foi registrado aumento de 15% na produção de leite mensal. Em novembro, as Administrações Regionais de Mato Grosso e Goiás divulgaram os indicadores que ampliaram a qualidade do leite nesses estado. 

Produtividade

Em Goiás, 500 produtores de leite aumentaram a produção de leite em 20% após participarem do Mapa Leite. Em Mato Grosso, os 120 produtores de leite participantes do programa registraram aumento de 20 % na produção e 25% na geração de renda.

A coordenadora nacional do Mapa Leite no Senar, Luana Frossard, avalia que os resultados apontam a melhoria na renda dos produtores. “A cada real investido pelo programa Mapa Leite retornou ao produtor de leite outros de 7,00 de valor bruto de produção”.

Por meio dos conhecimentos adquiridos com o Mapa Leite, o produtor rural Nivaldo Guilherme dos Santos, de Mato Grosso, conseguiu triplicar o seu rebanho. Ele saltou de 120 para 360 novilhas. “Com o auxílio do técnico e isso ajudou a melhorar a nossa renda. O Senar só me trouxe sucesso. A produção de leite também aumentou de 140 litros para 390 litros por dia”, finalizou.

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO: